Capoeira de Mozambique

Ilustre visitante

Um pouco antes de completarmos nosso primeiro ano de vida em Maputo, tivemos a ilustre visita do Sr. Edward Powe, que foi aluno de Mestre Pastinha! Ele está constantemente em viagem, estudando as artes marciais negras. Uma importante parte da sua pesquisa é baseada na capoeira, nas artes que provavelmente deram origem a ela, e em artes paralelas.

Segundo ele, boa parte das artes marciais encontradas aqui em África Austral, tiveram sua origem numa arte macial muito praticada pelos Macuas (um povo da região Norte de Moçambique). Porém, ao visitar a terra dos Macua, ele infelismente não encontrou vestígios dessa arte marcial primordial: “foi tudo destruido pela guerra”, disse. Saiba mais sobre as andanças do Sr. Edward em sua fundação ou em sua editora.

Como parte da pesquisa, ele está fazendo um levantamento dos grupos de capoeira em Moçambique, e veio hoje entrevistar o Nzinga. Para além de colher informações, ele também deu um “cheirinho” das coisas que aprendeu com o Mestre. Ele leu, por exemplo, uma entrvista que realizou com Pastinha á pelo idos dos anos 60. Para nos, foi uma chance de observar bastante, e compreender as diferenças e semelhanças que a linhagem pastiniana gerou.

É emocionante ouvir as palavras desse aluno de Mestre Pastinha. Mais emocionante ainda é ter ouvido já essas mesmas palavras (algumas coisas igualzinho mesmo!), muitas e muitas vezes, dos nossos mestres. A verdadeira linhagem se revelnado ali, naquele momento. É a chama da capoeira!